sábado, 16 de março de 2013

Às valsas IV

A dor que ecoa na sombra do anoitecer.

A dor que doa à dor de quem não doer.



*Imagem "Silent Whispers", produzida pelo artista inglês Ray Caesar. http://www.raycaesar.com/


4 comentários:

  1. Ardor que vem em suave torpor
    A dor que não sabe se dói ou desdói
    A dor que não sabe
    Não sabe
    Não sei se dói de verdade
    Só sei que sinto o ardor, o torpor, a dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha já dói à moda de quem não dói. Habemus malandragem emocional hahaha!

      Abraaaços

      Excluir
  2. Quando a dor apertar, busque força nos pagodeiros! Para eles, dor sempre rima com amor, rs!

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficarei forte e, logo após, suicidar-me-ei. Hahaha!

      (Com todo o respeito aos pagodeiros, mas é que tal estilo musical me deprime.)

      Excluir