domingo, 14 de agosto de 2011

Fazer o que há de ser feito

"- Fia,  ocê já fez o que deve ser feito?
- Não, vô... Mas o que é que deve ser feito?
- Fia, esta rosa está sem espinhos. Ocê sabe quem os tirou?
- Quem cuida delas, vô?!
- Não importa quem foi. Importa é que essa pessoa o fez sem saber do destino da flor. Talvez nem de longe imaginasse que estaria aqui, agora, entre suas mãos. Ela simplesmente fez o que tinha de ser feito e não tudo o que foi feito.
Fia, ocê quer controlar tudo! Quer plantar as rosas, colher, separar, tirar espinhos, vender e ainda saber quem vai levar. Se perder alguma etapa, então as rosas param de te preencher... Ocê quer controlar até a quantidade de ar que entra nos pulmões. Mas a gente não controla! Ocê quer saber quanto de ar entrou, se foi suficiente, se entrou demais, que quantidade deve sair... Só que enquanto se preocupa com isso, sua respiração já completou o ciclo várias vezes e ocê nem percebeu...
Tem de confiar mais, fia! Ocê não confia nas pessoas, não confia no que está a sua volta, não confia em ocê... Tudo por achar que vai ser enganada e fracassar. E desculpa o véio falar assim, mas isso só acontece porque ocê ainda não saiu de ocê mesma... Se ocê pensar mais no outro e entender que um pequeno gesto pode fazer muito, não importa quando, não importa a quem, então vai conseguir sair de ocê e fazer apenas o que deve ser feito. Mas lembra, fia: tudo começa com passos curtos. Ocê também precisa muito aprender a cultivar a paciência.
- Vô, mas já não acredito mais na vida...
- Isso é bom, fia!! Quem bom que ocê pensa assim! É sinal de que ocê respeita a vida!
Força, fia... Não abandona a caminhada, pois isso não vai te trazer paz. Aí dentro mora um espírito que sabe muito bem o que quer, só não descobriu o jeito certo de fazê-lo. Ocê tem tantos caminhos a percorrer ainda! Não abandona, fia... Se preciso, lute. Se preciso, mude!
Força, fia. E passos curtos... É isso que o véio pede."

Pai Cipriano das Almas (Gira de 05.08.2011)

 

2 comentários:

  1. Salve Devechi! Salve Pai Cipriano, que sabe mais que a gente pensa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, vi seu comentário só hoje, gente??!! Desculpa...

      Mas pois é... Uma sabedoria muito além do que ainda podemos imaginar.

      Beijo grande!

      Excluir