quarta-feira, 30 de março de 2011

Escola da vida

"O bom filho, a casa torna."
Passei por tempos de preguiça, sem vontade de escrever. Prossigamos, pois...
Numa certa gira, cambonando Pai Cipriano, ouvi os conselhos dados a uma irmã que dizia ter perdido a alegria. Não via mais "cores" ao seu redor.
Enquanto prestava atençao, comecei a perceber que aquelas palavras também se encaixavam em minha vida.
Quando a irmã se retirou, Pai Cipriano confirmou que aquela conversa também servira para mim, pois assim como ela, eu também carrego o germe da insatisfação.
Fiz um gesto com a cabeça e dei um "sorriso entristonhado", concordando. Na expectativa de ter alguma luz sobre "como caminhar melhor", só consegui dizer: "Mas é tão difícil...". E preto velho respondeu, com um sorriso acolhedor: "Essa, filha, é a escola da vida".
Naquela hora, um tanto decepcionada, percebi realmente que, por mais que se tente buscar auxílios externos para caminhar, a única solução está dentro de nós mesmos. O resto, só paliativo. E jamais espere se deparar com fórmulas prontas para encontrá-la.
O caminho para encontrar é a própria escola. Já a "solução", então, deve ser a vida...



Nenhum comentário:

Postar um comentário